facebook twitter linkedin blogger youtube

Indique um amigo

Preencha
  • Entre seu nome:
  • Entre seu E-mail:
  • Entre com o nome do amigo:
  • E-mail do seu amigo:

TEXTO PADRÃO DO E-MAIL A SER ENVIADO:

Vote e evite a demissão de 200.000 empregadas domésticas no Brasil.

Eu já votei. Vote você também.

A PEC 478/2010, que iguala os direitos do empregado doméstico ao de um trabalhador em uma empresa, dando direitos como FGTS obrigatório, Hora-Extra, Adicional Noturno, Jorrnada de Trabalho de 8 horas diárias, etc., foi aprovada no dia 07/11/2012 na Comissão Especial da Câmara, o que é JUSTO e MERECIDO. Para se tornar Lei, ainda terá de ser aprovada no Plenário da Câmara, no Senado Federal e pela Presidenta Dilma Rousseff, ou seja, por enquanto NADA MUDOU.

Por outro lado, com 20.000 votos, conseguimos aprovar no Senado Federal, sete Projetos de Lei da Campanha de Abaixo Assinado Legalize sua doméstica e pague menos INSS, que propõem a Redução dos Custos do Empregador Doméstico. Estes Projetos estão tramitando desde novembro de 2009 na Câmara dos Deputados Federais.

O principal Projeto, que propõe a redução do INSS do empregador doméstico de 12% (doze por cento)4% (quato), gerando uma economia de 8% (oito por cento), e permitirá o empregador doméstico depositar o FGTS do seu empregado doméstico sem ter aumento de custos, está sendo barrado na Câmara pelo Governo Federal.

Agora precisamos de no mínimo 1 MILHÃO de votos, que serão levados a Brasília para sensibilizar a Presidenta Dilma Rousseff e os Presidentes da Câmara dos Deputados Federais e do Senado Federal, para que os Projetos de Redução dos Custos do Empregador Doméstico , sejam transformados em Lei, e com isso, evitar a DEMISSÃO DE 200 MIL EMPREGADAS DOMÉSTICA, aumentar a FORMALIDADE e gerar mais empregos domésticos, além de aprovar o Projeto de Lei das Diaristas com dois dias na semana.

Clique aqui, dê seu VOTO, e salve o emprego doméstico brasileiro! Você ainda ganha o Livro Eletrônico (e-book) O futuro do emprego doméstico no Brasil.


Complemente o texto, se desejar.